Guia da Decoração Boho Chic

Todos já ouvimos falar deste estilo diferente e irreverente de decorar a casa. O Boho é alegre, é raiz e suas combinações são surpreendentes! É muita mistura, não é mesmo? Então, como não errar se tudo aqui é permitido? Como fazer para essa mescla não se tornar um caos visual? Calma, nós vamos te ajudar. Siga nosso guia e no final você vai conseguir entender e aderir sem medo a essa miscelânea de opções.

 

Para entender este universo, nós separamos este post em categorias. São elas:

 

  1. Cores, estampas e texturas (sim, amigos, estes 3 aspectos andam de mãos dadas!)
  2. Acessórios
  3. Móveis

 

Mas antes é preciso entender como e onde surgiu o Boho. Vocês vão ver que até a sua origem parece uma loucura! Então vamos lá!

 

O QUE É? 

Derivado da palavra, bohemian, de origem inglesa, esse estilo é resultado de vários acontecimentos históricos: 

 

O pontapé inicial foi na França em 1920. Nesta década, o país estava se tornando um centro efervescente das artes: pintores, músicos e artesãos chegavam por lá para divulgar seus trabalhos. Ao mesmo tempo, ciganos emigravam da região da Boêmia, na República Tcheca, para o centro da Europa: Espanha, França, Inglaterra e principalmente o bairro inglês Soho, em Londres, receberam todos esses “boemios”.

 

Estilo de vida boêmio

 

Moda e acessórios foram incorporados ao estilo Boho mais tarde

Eles (tanto os ciganos como os artistas) viviam de suas artes, tinham uma vida noturna agitada e sua única preocupação era viver só o dia e ser felizes. 

O tempo passou e o estilo de vida, no geral, adormeceu. Mas, em 1960, nos EUA o movimento hippie nascia para se opor à Guerra Fria e à Guerra do Vietnã. Os jovens hippies retomaram o estilo estético dos boêmios e seus valores de liberdade, mas em um contexto muito mais profundo. 

 

 

 

 

Juntando todo esse mix com um estilo folk, ou folclórico rural (que se popularizou nos EUA, na mesma época), chegamos ao final do século XX, quando o termo Boho foi criado para descrever uma padronagem rústica, alegre e “despreocupada”. 

 

Estilo folk que se uniu ao Boho.
Padronagens que hoje fazem parte deste estilo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Capim dos pampas e manta rústica foram incorporados a ambientes clássicos e deram origem ao termo Boho Chic.

O termo Chic foi adicionado mais tarde porque incorporaram-se a esta mistura elementos clássicos e minimalistas de pessoas que não eram da “vida boêmia”, mas gostaram do estilo e quiseram adicionar características do Boho aos seus próprios padrões. 

COMO DECORAR

 

Bom, agora vem a parte difícil…e fácil ao mesmo tempo. Não existe uma receitinha pronta para incorporar o Boho Chic à decoração, mas existe um certo padrão (acredite se quiser!) que você pode pôr em prática e que nós vamos desvendar aqui.

 

CORES, ESTAMPAS E TEXTURAS

 

A escolha das cores pode parecer algo sem sentido porque todas elas são aceitáveis, porém, não é porque se pode usar tudo, que vamos inserir todas, não é verdade?! Então, comece escolhendo um grupo de cores: uma ou duas para servir de base. Pode ser a cor das suas paredes e móveis, ou se quiser ousar, opte por uma cor forte de base.

A liberdade de escolha da paleta Boho é sua…
…e olha como você pode ousar no resultado!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Procure estampas ou texturas que contenham esta cor e vá mesclando com outras cores que apareçam nestas padronagens para que “conversem” entre si. 

Texturas e padrões neutros para uma decoração mais Boho Chic
Padronagens alegres que fazem parte no estilo Boho

 

 

 

 

 

 

 

 

Se você reparar em qualquer espaço já decorado nesse estilo, vai perceber que existe uma paleta, e ela é respeitada. A liberdade do Boho está em que VOCÊ pode escolhê-la! 

Para ficar mais fácil, analise o que já tem: souvenirs, almofadas, tapetes, cortinas, quadros, enfeites, e monte um grupo de cores com eles. Mesmo que tenham estampas e texturas diferentes, se tiverem cores em comum, está valendo! 

Os souvenirs são incorporados á decoração Boho
Uma paleta alegre pode fazer parte do estilo, se misturada a souvenirs.

 

 

 

 

 

 

 

Aliás, estampas e texturas, são estrelas aqui. Rendas, macramé, bordados como crochê e tricô, padrões étnicos e orientais (típicos do Oriente Médio e África) e tecidos típicos das culturas dos Andes e do interior da América do Norte…toda esta variedade é bem vinda, principalmente se estiver dentro da paleta de cores que você escolheu.

 

Souvenir com estampa e textura natural podem combinar super bem com outras estampas étnicas
Elementos hippies como filtro do sonho, típico da cultura norte americana, entra com tudo na decor Boho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quanto às texturas, as que mais se sobressaem neste estilo são as que dão maior sensação de conforto: couro, veludo, as que imitam peles e penas de animais, tecidos crus, sisal, fibra, enfim, naturais. Além disso, materiais como cerâmica, cimento, madeira e azulejos com mandalas, arabescos e padrões similares também entram com tudo nesta decoração.

O macramê é acessório obrigatório no universo Boho…
…e a mistura de texturas e tons só acrescenta beleza ao estilo.

 

ACESSÓRIOS 

 

Se você gosta de decorar com eles, esta é sua chance! Os ornamentos que mais costumam fazer parte deste estilo são mesas de centro com livros e cachepots ou vasos de flores e almofadas à vontade. 

Na parede ficam quadros, prateleiras com plantas, galhos secos com bordados tipo macramê, chapéus e souplats decorativos, adornos artesanais com miçangas e pedrarias ou qualquer tipo de material rústico e feito manualmente.

Mas se você gosta de uma pegada mais Chic, pode expor esculturas, quadros e espelhos (se forem grandes pode deixá-los no chão). Os vasos (grandes ou pequenos) com folhagens também fazem parte deste estilo e você pode utilizá-los à vontade.

 

MÓVEIS 

 

 

 

 

 

 

Os móveis que costumam fazer parte do ambiente Boho não tem um design específico, mas sim algumas características que englobam outros estilos. Por exemplo, se você quer que seja o mais natural possível, móveis feitos com pallets, caixote de feira ou de madeira de demolição estão em alta. Mas não precisa abrir mão do que já tem. 

 

O retrô é aceito e incorporado ao Boho Chic.

Os móveis atuais tem um design moderno, mas podem ser incluídos neste estilo, e é por isso que uma extensão dele é o Boho chic. Sofás baixos de madeira (não importa o seu tom), poltronas de design retrô, contemporâneo e minimalista são acolhidos com carinho e super valorizados com os acessórios que descrevemos acima. Bancos baixos, puffs coloridos, baús antigos e araras para pendurar roupas também fazem parte deste mundinho especial. 

 

ILUMINAÇÃO 

 

Sobre a iluminação, o objetivo principal deste estilo é conforto e acolhimento. Então, nada melhor do que espaços com luz amarela para produzir esse efeito.

 As velas são objetos típicos deste ambiente, mas se você quer perpetuar este estilo na sua casa, procure por luminárias que tenham design rústico, peças que possuam textura metalizada e até mesmo que sejam feitas com materiais reciclados. Se você gosta desta última opção, te convidamos a ver os pendentes e arandelas, desenvolvidos com estes materiais, em nosso site, alguns deles em parceria com a designer Simone Oliveira. Ela produz itens lindos e usa como matéria prima utensílios que seriam descartados, como filtro de coador de café usado! Você pode clicar aqui para visualizá-los.

 

 

Mas talvez, ao chegar até aqui, você pode pensar: estes materiais, texturas, ambientes com vários tapetes, mantas, tudo isso se originou no hemisfério norte, onde faz frio e todos estes elementos caem bem. Usá-los aqui no nosso país, podem tornar o ambiente quente e abafado. Então, como podemos ter um ambiente Boho chic em um clima tropical? Continue lendo nossas sugestões e você vai amar as ideias.

 

BOHO NO BRASIL

 

Para começar, é perfeitamente possível trocar as mantas de pele, veludo e móveis de couro por itens que fazem parte da nossa cultura. Opte por linho, algodão e seda. Eles produzem o mesmo efeito natural e não retém calor no ambiente. Por exemplo, se você prefere um ambiente colorido aposte em alguns elementos com estampas tropicais, desenhos de plantas, pássaros ou frutas. Para os móveis, sofás de linho e suede, cadeiras de junco, fibra natural e vime combinam bem com o universo artesanal do Boho chic.

Na maioria do país, temos muita luz natural, o que nos faz privilegiados. Por isso, pendentes e arandelas artesanais, como os que já mencionamos, estão super permitidos. 

 Acessórios produzidos em rattan, barbante, cerâmica e cimento dão um toque rústico especial.

 

Materiais naturais como vime, tecidos de algodão, madeira e plantas deixam o Boho com uma cara mais brasileira sem perder sua essência.

 

 

Em conclusão, a decor Boho chic pode ser mais alegre, possuir mais cores vibrantes, se você souber escolher a paleta. Note que nas imagens que escolhemos existe um padrão, algumas cores se repetem e se mesclam com outras que são mais neutras. 

Mas se você for do tipo mais sóbrio, calmo, e que gosta de um visual mais leve, o Boho também te permite isso. A beleza dele está nesta diversidade, tudo vai depender do seu estado de espírito!

 

 E aí, gostou do conteúdo? Esperamos que, agora, você borbulhe de ideias para o seu lar ficar aconchegante e inspirador. Comente abaixo suas próprias ideias Boho, ou se tiver qualquer dúvida, deixe seu comentário!

Queremos saber sua opinião, e se você tem alguma dúvida, vamos amar respondê-las!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.