Lustres – Como escolher o tamanho correto?

Uma das dúvidas mais frequentes com relação aos lustres é quanto ao tamanho. Realmente, um lustre grande demais pode dominar e se sobrepor a todo o restante. Em contrapartida, se o lustre for pequeno demais, pode passar despercebido, diminuindo assim o seu valor. Por isso errar a mão na escolha do lustre pode comprometer todo o equilíbrio estético do ambiente.

Definindo o Estilo

Antes de definir o tamanho do lustre, devemos primeiro definir a identidade do ambiente, seu estilo. Hoje, existem uma infinidade de modelos de lustres no mercado, de diversos materiais e estilos. Quando definimos o estilo, diminuímos a quantidade de opções, o e isso nos ajudará muito!

Definir o estilo é uma tarefa imprescindível. E normalmente os ambientes não tem um único estilo. A mistura de tendências e estilos torna tudo mais interessante. Mas o que você precisa ter bem em mente, já que o lustre é uma peça chave, é o estilo principal. Observe bem o ambiente, pense na vibe que deseja para ele. Ao ver um lustre que você goste, pense em quais os tipos de móveis e objetos se encaixariam a ele. O resultado se harmoniza com a sua visão inicial? Se sim, esse é o estilo. Se não, comece novamente. Com esse exercício mental você terá uma ideia mais clara tanto sobre o estilo quanto ao lustre.

Vamos te dar uma mãozinha e te mostrar alguns dos principais estilos de lustres:

Clássicos

Os lustres mais clássicos possíveis e que nunca saem de moda, são os lustres estilo Candelabro. Esse modelo apesar de muito clássico, se encaixa com perfeição em várias decorações. Fortalece um estilo romântico e delicado, mas complementa com perfeição ambientes mais rústicos. Para isso só é necessário escolher bem o material que ele é feito.

Para versões clássicas e românticas invista em peças inteiramente produzidas em cristal.

Já para criar uma atmosfera mais rústica, aposte no mix de ferro e cristais.

Contemporâneo

O contemporâneo transita entre o moderno e o funcional. Existe também muita mistura texturas, mas sempre com linhas simples e limpas. Por isso os lustres de cristal com cúpula representam tão bem esse estilo. Eles trazem todo o brilho e imponência do cristal, mas a cúpula o deixa mais clean.

Moderno

Se o seu estilo é mais contemporâneo, minimalista ou industrial, com certeza se encantará com os lustres com linhas geométricas mais marcadas. Para uma proposta mais minimalista os lustres de Anéis de Led são os ideais.

Uma opção interessantíssima para um ambiente moderno e aconchegante, com luz difusa, são os lustres de Luz direta e indireta.

Com o estilo definido, agora sim podemos pensar no tamanho. Existem muitas maneiras de se fazer isso. A primeira que iremos te ensinar é por meio da metragem quadrada do ambiente.

 

 

Escolhendo pela metragem quadrada

Pesquisamos bastante e chegamos a uma tabela de referência simples que associa a metragem quadrada com o diâmetro ou largura ideal.

Essa tabela foi montada com base na opinião de vários profissionais e de revistas especializadas e trás uma sugestão de medidas que se harmonizariam mais, e como dissemos, é uma boa referência para a sua escolha. Bom, mas e se seu ambiente não se enquadra em nenhuma dessas medidas?

Pode ser que ele seja muito grande, ou sejam ambientes integrados. Será que isso significa que não poderá usar um lustre? A resposta é: Realmente, um lustre, talvez não. Mas dois, com certeza!

Usando mais de um lustre

Bom, se seu projeto possui uma área ampla e compartilhada e você está tendo dificuldades em escolher o lustre, deve ser porque você está olhando pela perspetiva errada.

Não se fixe na metragem quadrada do cômodo, vendo a área como um todo. Mas veja cada ambiente individualmente, com seus respectivos mobiliários.

Pode ser que você tenha uma sala de estar, ou uma cozinha integrada com a sala de jantar, por exemplo. O segredo é pensar em cada ambiente como se fossem separados por paredes.

Com essa visão você conseguirá determinar a posição dos lustres ou pendentes, e seus determinados tamanhos. Muito mais facil não é mesmo?

Feito isso, derrube as paredes imaginárias e harmonize e conecte visualmente cada lustre e outros elementos da sua decoração.

Escolhendo pelo tamanho da mesa

Agora, se o lugar escolhido para o seu lustre é em cima da mesa, temos outros fatores a considerar.

Aqui temos a mesma premissa do início. Se o lustre for muito maior do que a mesa, ele irá se sobrepor a ela, e vice-versa. Vemos que a máxima aqui é a proporção.

A regra nesse caso é bem simples. Para mesas retangulares, lustres retangulares devem medir no máximo metade do comprimento da mesa.

Se o lustre for redondo, seu diâmetro deve ser 1/3 do comprimento.

Se sua mesa for muito comprida, com seis cadeiras ou mais, a dica é usar de dois a três pendentes. Dessa forma fica mais fácil não pesar a mão no tamanho do lustre, e deixar o ambiente mais leve e proporcional.

PD002CO-16

Um outro detalhe importante a observar é a altura que o lustre, ou pendentes devem ficar acima do tampo da mesa. A maioria dos profissionais concordam que a altura ideal é de 70cm a 90cm. Dessa maneira a luz fica acima da linha dos olhos, o que trás muito mais conforto para quem for sentar-se à mesa.

Agora que te ensinamos todas as técnicas e truques para escolher o lustre perfeito, clique aqui nosso site e faça sua melhor escolha!

 

Um comentário em “Lustres – Como escolher o tamanho correto?

Queremos saber sua opinião, e se você tem alguma dúvida, vamos amar respondê-las!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.