Calculando iluminação com Lúmens e Lux.

Qual a diferença entre Lúmens e lux ?

Para te ajudar a escolher de maneira simples, tanto a quantidade, quanto a melhor lâmpada para cada ambiente, montamos um guia simples e objetivo, explicando os muitos conceitos da luminotécnica. Navegue por nossos posts e descubra mais sobre eles.

Aqui trataremos de duas unidades de medida. O Lúmen (LM) e o Lux (LX). Lúmen é a unidade de medida do Fluxo luminoso, ou seja, a intensidade ou brilho da luz, e essa informação você encontra na embalagem. Já o Lux, é a quantidade de lúmens existentes em cada m², ou seja Lux=Lúmen/m².

inmetro7476144288388072960.jpg

Entender o que cada unidade de medida representa te ajudará a dimensionar a quantidade de lâmpadas para cada ambiente, proporcionando melhor conforto visual. Existem muitas normas e indicações sobre a quantidade de lúmens mínimos necessários para cada ambiente, mas isso também varia de acordo com a quantidade de luz natural que o ambiente recebe, então é difícil formular uma fórmula universal, é necessário avaliar cada ambiente considerando essas variáveis.

O que é a NBR5413 ?

Para ambientes comerciais, industriais, educacionais entre outros existe a NBR 5413 que regulamenta de maneira minuciosa as iluminâncias médias mínimas. Nessas situações, é imprescindível um belo projeto luminotécnico. Mas não se engane, as residencias também merecem um bom projeto luminotécnico. Esse projeto fará toda a diferença, principalmente a longo prazo. Assim, você garante a iluminação adequada para cada ambiente obtendo o máximo conforto visual.

Suponhamos que você tem uma cozinha de 7 m² e está pensando em utilizar dois Painéis de LED de 25w cada. Será que, com esse projeto, a iluminação será suficiente?

Vejamos como isso funcionaria na prática. Vamos utilizar os valores de iluminância fornecidos pela NBR 5413. Segundo a norma, a iluminância mínima para cozinhas é de 300 lux por metro quadrado. Então, quantos lúmens no total precisaremos?

Para calcularmos a quantidade de Lúmens necessária para qualquer ambiente usaremos sempre a seguinte fórmula:

lx=lm/m²

No caso do nosso exemplo, já sabemos, baseados na tabela da NBR 5413, que a quantidade mínima de lux é de 300. E também sabemos que a área da nossa cozinha, é de 7m². Assim temos:

300lx=lm/7m² ⇒

300×7=lm ⇒

2100=lm

Ou seja, precisamos de um fluxo luminoso de 2100 Lúmens nesse ambiente. Vamos ver se nosso projeto inicial atenderá a iluminância necessária em nossa cozinha?

cozinha01cozinha02

Cada Painel de LED de 25W fornece 1600lm, então se utilizarmos 2 painéis ultrapassaríamos em muito a necessidade do ambiente. Então, devemos escolher um painel que possua menor fluxo luminoso, o que nos leva ao Painel de LED de 18W , que nos fornecerá 1200lm cada. Desta forma a nossa cozinha terá a luminosidade necessária e manteremos nosso projeto inicial economizando 23% do custo.

Agora que você aprendeu a fórmula, é só aplicar em todos os seus ambientes e fazer as melhores escolhas.

plafons

 

 

 

 

 

Queremos saber sua opinião, e se você tem alguma dúvida, vamos amar respondê-las!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.