Qual a melhor lâmpada de led?

Entenda de vez o que é Luz fria e Luz quente, lâmpada amarela ou branca.

Quando você pensou em construir ou reformar seu imóvel, e desenvolveu seu projeto, com certeza pensou nos detalhes de cada ambiente como mobília e decoração. Provavelmente, imaginou como seria depois de um dia cansativo, relaxar diante da TV, compartilhar uma refeição com sua família, ou receber os amigos para aquele famoso churrasco no fim de semana. Também deve ter planejado tudo para obter o melhor conforto em seu quarto. Sim, quando idealizamos, não só pensamos nas funcionalidades e praticidades, mas pensamos nas sensações que cada situação nos proporcionará. Afinal, com o estilo de vida acelerado que levamos hoje, o pouco tempo que passamos em casa deve ser desfrutado ao máximo.

Porém, ao idealizar cada ambiente, o tipo de iluminação que você usaria pode ter provavelmente passado despercebido. E agora, se você está lendo esse artigo, é porque se deparou com tantas opções no mercado que se sentiu perdido. Pois é, a iluminação é um fator importante para a construção de um ambiente, pois na verdade, não é só o mobiliário ou a decoração que proporcionará conforto ao seu lar, mas sim a temperatura. E não é da temperatura que você controla ao ligar o ar condicionado ou o aquecedor que estamos falando. Estamos falando da Temperatura da Luz. Entender esse conceito vai te ajudar, e muito, a escolher as lâmpadas ideais para cada ambiente, proporcionando assim a melhor experiência sensorial todos os dias.

Para compreender o conceito, pense na luz natural. A intensidade da luz solar não é a mesma durante todo o dia, não é mesmo? Existem variações; e essas variações estão intimamente conectadas ao nosso relógio biológico e influencia nossas percepções e sensações. Conforme o dia avança, nosso estado de atenção ou relaxamento varia, acompanhando a mudança natural da temperatura da luz e isso é saudável. Porém, nosso estilo de vida mudou muito desde quando o homem inventou o fogo, e necessitamos mais do que nunca da luz artificial. Por outro lado, nossas necessidades biológicas não mudaram, e por isso é tão importante saber utilizar corretamente a temperatura da luz artificial a nosso favor.

Diferenças entre luz amarela e branca.

Falemos então das duas opções de lâmpadas mais comuns no mercado hoje: Branca Fria e Amarela Quente.  A unidade de medida utilizada para isso é o Kelvin (K). Quanto mais quente a luz, menos K (2000k a 3000k) e quanto mais fria, mais K (5700k a 6500k). Mas atenção: Não estamos falando de emissão de calor! Não cometa o erro de pensar que se usar lâmpadas de luz branca fria, seu ambiente ficará mais fresco ou vice-versa. Lembre-se que estamos falando de cor. Também é bom entendermos que Watts (consumo) não influencia em nada na luminosidade da lâmpada. Falaremos em breve sobre o que são Watts, Lumens e Lux em outro artigo.

Para entendermos melhor, temos uma escala simples abaixo:

Escala de temperatura
Escala de temperatura Kelvin

LUZ BRANCA X LUZ AMARELA

Você encontrará lâmpadas com essas duas opções: fria e quente. Como e onde utilizar cada uma delas? Vamos falar de algumas situações citadas no início desse artigo, como relaxar diante da TV, ou no quarto.

Quando falamos de interiores e de relaxamento, falamos de luz amarela quente. Precisamos passar a informação para nosso cérebro de que agora é hora de desacelerar. E a iluminação homogênea e quente, como as de 3000k ou menos, desempenham muito bem essa função. Se usarmos uma luz muito intensa e fria no quarto, nosso cérebro demorará a compreender que está chegando a hora de irmos dormir, e isso desregulará nosso ciclo circadiano, que é nosso ritmo biológico, atrapalhando a qualidade do sono. Muitos estudos apontam que esse fator influencia diretamente nosso metabolismo e humor. Então o assunto é importante!

Quando queremos destacar detalhes da decoração, como papéis de parede, quadros e outros objetos, procuraremos lâmpadas com alto IRC (índice de reprodução de cor), por volta de 80. Isso porque a luz muito clara distorce as cores, e nosso objetivo, nesse momento é valorizar os contrastes e as texturas. Para esse efeito, podemos utilizar as lâmpadas de foco como as AR’S e as Pares, assim como as famosas Dicróicas.

Já observou que quando vamos a uma loja de vestuário, ou a um restaurante, a iluminação é sempre menos intensa e em tons de amarelo e laranja? Isso tem uma razão. Lembre-se que, para ambientes em que queremos ficar muito tempo e nos sentirmos bem e confortáveis, nada como a luz semelhante a do entardecer, ou que nos remeta ao conforto da luz de uma fogueira, como nossos ancestrais.

Veja a diferença entre a lâmpada de led amarela quente e a Lâmpada de led branca fria no mesmo ambiente na foto abaixo:

render_quente
Ambiente com luz quente
render_frio
Ambiente com luz fria

Na cozinha e banheiros, a questão não é muito diferente. Precisamos de mais luminosidade porque necessitamos estar mais alertas. Assim, mantemos a luz quente, porém aumentamos a quantidade delas. Para iluminação de locais com espelhos, temos excelentes dicas para evitar as sombras, então em breve falaremos desse assunto também.

Hoje é muito comum termos sala e cozinha integradas. Para isso a solução perfeita, e mais barata e simples do que você imagina, é usar um dimer. Com ele você pode controlar a intensidade da luz para quando você for cozinhar e precisar de mais luminosidade, ou menos luminosidade para quando você for relaxar na sala. Mas atenção, nem todas as lâmpadas são dimerizáveis, então fique atento quando for comprar. Você pode conferir as opções em nosso site.

LUZ FRIA X LUZ QUENTE

Vamos entender agora quando e onde utilizaremos a luz branca fria.

A luz fria de 6000k, é ideal para ambientes onde precisamos de atenção. Então, escritórios, clínicas, hospitais, supermercados, escolas, comércios de alto giro, ou seja, ambientes corporativos em geral, comumente utilizam a luz fria ou neutra, pois existem vários estudos científicos que comprovam que a luz branca fria aumenta a produtividade dos funcionários, afinal, quem consegue sentir sono com a luz do sol do meio-dia? Lembre que a luz artificial tem a função de imitar a natural.

155595-OUESXX-84

A luz fria, de 6000k também é uma excelente opção para refletores e holofotes externos quando desejamos dar impressão de maior luminosidade.

Hoje, a grande maioria das lâmpadas de LED possuem a opção de 3000k ou 6000k, assim que não haverá problemas em encontrá-las.

Em resumo, não existe temperatura de lâmpada melhor, ou pior. O que existe a utilização correta para cada ambiente. E claro, é sempre bom ter um profissional para te orientar, assim como os nossos que estão a sua disposição em nosso site, e ficarão felizes em te ajudar a fazer a melhor escolha!

Então, conte para nós aí nos comentários, se você já havia parado para reparar na temperatura das lâmpadas que estão ao seu redor. E se tiver alguma dúvida, pode deixar aí também que nós vamos amar respondê-las!

3 comentários em “Qual a melhor lâmpada de led?

Queremos saber sua opinião, e se você tem alguma dúvida, vamos amar respondê-las!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.